Carregando...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Sociologia Para o Ensino Médio

Como surgiu o estado moderno;

O estado moderno surgiu da desintegração do mundo feudal e das relações políticas até então dominantes na Europa, a partir do século XIV, ocorreu um processo de centralização e concentração, das forças armadas, das cobranças de impostos, da estrutura jurídica, essas concentrações gerou o Estado moderno.

Estado Absolutista

Surgiu no contexto do mercantilismo, foi implantado primeiro em Portugal, depois adotado em vários lugares da Europa, ele consiste em que o estado assume o controle das atividades econômicas, fixava preços e tarifas, tinha tarefa também de cuidar da parte militar criando exércitos profissionais e para financiar essa parte tinham que criar impostos gerais, o absolutismo colocou vários interesses a frente, relacionados a justiça, administração econômica e pública.

Estado Liberal

Emergiu no século XVIII com reação ao absolutismo, tendo como valores a liberdade e a propriedade privada, ganhou projeção dividindo o poder com o estado, pelo pensamento liberal o estado não deveria intervir nos assuntos econômicos, mais os ideais começam a cair com a primeira guerra mundial.

O poder do estado

O termo sociedade ou sociedade civil era usado em contraposição a estado,antes só a nobreza detinha o monopólio do estado, Max, Durkheim e Weber fizeram reflexões na época

Poder, Política e estado

O Brasil conheceu varias formas políticas,

Entre 1500 e 1822 - As decisões políticas relacionadas a colônia era tomada pelo soberano Português, mantinha o estado absolutista

Entre 1822 e 1889 - Da independência da republica havia no pais um estado imperial.

O Estado Republicano

O estado que nasceu com a independência do Brasil, desde a sua implantação militares tiveram sempre uma presença marcante na estruturação política nacional

A Democracia no Brasil

Ao analisar a Democracia no Brasil, pode-se dizer que é ainda uma possibilidade, pois as forças de manuntenção de práticas antigas ainda são muito grandes.

Partidos Politicos : Foram em sua maioria, representantes dos setores dominantes da economia na sociedade. Até a decade de 30, os partidos eram apenas agregados em oligarquias locais, com excessão do PCB ( Partido Comunista do Brasil ) que foi criado em 1922, com o intuito de ser a voz dos trabalhadores. No periodo democratico fora formados varios partidos, como a UDN ( União Democrática Nacional ), PSD ( Partido Social Democratico ), PTB ( Partido Trabalhista Brasileiro ) e logo depois veio tambem o PMDB, PT, PDT, PFL ( Partido da Frente Liberal ) e PSDB.

Direitos e Cidadania

Atualmente há direito de todos, direitos das mulheres, dos negros, das crianças, dos adolescentes, do consumidor, dos idosos. Há varias leis e decretos que os traduzem, mas muitas vezes de nada adianta, pois não são respeitados. Os direitos básicos de um cidadão são garantidos pelo estado.

Direito para todos: Com a revolução Francesa (1789), os direitos baseados nos principios da liberdade e da igualdade foram declarados universais, ou seja, válidos para todos os habitantes do planeta.

Cidadania pode ser entendido como um Status concedido aqueles que são membros integrais de uma comunidade.

A classe social, por outro lado, é um sistema de desigualdade, e está tambem como a cidadania, por estar baseada num conjunto de ideais, crenças e valores.

Os movimentos sociais

Os movimentos sociais são ações com o objetivo de manter ou mudar uma situação. Eles podem ser locais, ou regionais, nacionais ou internacionais, como por exemplo as greves trabalhistas ( por melhores salarios ) ou movimento por melhores condições de vida na cidade ( por transporte, habitação, educação, saúde, etc.) e outros.

Os movimentos sociais não são predeterminados; dependem sempre das condições especificas em que se desenvolvem, ou seja, das forças socias e politicas que apoiam ou confrotam, dos recursos existentes para manter a açãoe dos instrumentos utilizados para obter repercussão, costumando sustentar uma organização burocrática.

Direitos e Cidadanias no Brasil

Pensar em direitos e cidadanias no Brasil e refletir sobre a história da população Brasileira e as caracteristicas das relações politicas e sociais que aqui se estabeleceram.

Os direitos politicos eram igualmentes restritos. Consideravam-se a Constituição de 24 liberal, mulheres não votavam. Com a Constituição de 88, foi possivel haver pela primeira vez, uma legislação democrática, garantindo a plenitude dos direitos civis, politicos e sociais no Brasil.

Movimentos sociais no Brasil

Os movimentos sociais no Brasil existe desde os periodos coloniais até os dias atuais, isso mostra que os cidadões brasileiros nunca foram passivos e sempre procuraram lutar em favor de seus interesses.

Atualmente temos varios movimentos sociais, como por exemplo, o MST urbano ou Movimento dos Sem-Teto..

Cultura e Ideologia

Cultura, no cotidiano é objeto de estudo de varias ciências sociais. Félix Guattari pensador Francês interessado no tema, reuniu os significados de cultura em três grupos: Cultura-valor, Cultura-Alma Coletiva e Cultura-mercadoria.

Já na ideologia, uma das suas primeiras idéias foi expressa por Francis Bacon em seu livro Novum Organum. Ele não utilizava o termo ideologia, mas ao recomendar um estudo baseado na observação.

Mesclando Cultura e Ideologia

Ao analisar esses dois elementos sociais, vários autores procuram demonstrar que não se podem utilizar esses dois conceitos separadamente, pois há uma profunda relação entre eles, sobretudo no que diz respeito ao processo de dominação nas sociedades capitalistas. Televisão e Internet estão dominando as pessoas e destruindo a nossa capacidade de discernimento, de acordo com críticas de Walter Benjamin. Ele também dizia que a industria cultural poderia ajudar a desenvolver o conhecimento, pois levaria a arte e a cultura a um numero maior de pessoas.

Cultura e Industria Cultural no Brasil

A cultura Brasileira é caracterizada numa mistura de todas as cores e raças, Indígenas, Africanos, Portugueses e outros fizeram da nossa cultura uma verdadeira miscigenação.

O desenvolvimento da industria cultural no Brasil ocorreu paralelamente ao desenvolvimento econômico e teve como marco a introdução do rádio, na década de 20, da televisão na década de 50 e recentemente nos anos 90 a internet. O crescimento do numero de rádios no Brasil veio em progressão geométrica, em quase 80 anos, 90 milhões de pessoas tem rádio, e 3025 emissoras fazem as transmissões, a mesma coisa aconteceu com as televisões.

Mudança Social e Sociologia

A sociologia nasceu da crise provocada pela queda do feudalismo e o surgimento do capitalismo, vendo essa situação muitos autores se esforçavam pra entender o que estava acontecendo;

Augusto Comte: Comte foi um dos que mais influenciou o pensamento social, elaborou propostas para resolver problemas da sua época, ele acreditava que a mudança social estava na mente, e afirmava que a sociedade percorreu três estágios; tecnológico, metafísico, e o positivo q correspondem a área da ciência esse estagio e o da sociologia

Karl Marx: Analisou a Revolução Francesa, alegando que foi parcial por que foi realizada por uma minoria, falava que o radicalismo de uma revolução está no fato de ela ser realizada por quem é maioria na sociedade. A mudança social ocorreria quando os indivíduos e as sociedades deixassem as características tradicionais passassem a internalizar as modernas. Revolução são a transformação radical das estruturas sociais, políticas e econômicas de uma sociedade.

Émile Durkheim: Analisou a questão da mudança social, e observou que a historia da sociedade houve uma evolução solidaria, para organizar a crescente divisão de trabalho, que se desenvolveu devido ao crescimento populacional.

Revolução e Transformação Social

Revolução é a transformação radical das estruturas sociais políticas e econômicas de uma sociedade, podemos utilizar o termo revolução para nos referir aos grandes processos que alteram a sociedade, um exemplo e a revolução agrícola e a industrial, e hoje estamos participando da terceira revolução industrial

Revoluções clássicas

Revolução Inglesa, em que parte dos senhores de terras e comerciantes se revoltou contra o poder absoluto do rei que sem autorização do parlamento tinha o controle do comercio e criou impostos sem autorização do parlamento, após alguns confrontos civis derrubou a monarquia, mais voltou porem enfraquecida

Revolução Americana ela se caracterizou pela luta do não colonialismo inglês, não tinha intenção de alterar as relações sociais, foi considerada revolução pela sua repercussão

Revolução Russa, começou com a derrubada de Czar em fevereiro e culminou em outubro com os bolcheviques liderado por Lêmin e depois por Leon Trotski, tomando o poder. fim foi assinado pela queda do Muro de Berlin em 1989 e deixou de existir oficialmente em dezembro de 1991.

Mudança e transformação social no Brasil

Quando fala se fala sobre transformação social no Brasil,aplica se um termo modernização por que nossa sociedade precisou passa por uma modernização para vim a transformação

Principais revoluções no Brasil no século XX

Revolução de 1930 - na tomada do poder por Getulio Vagas. Mesmo autoritária no encaminhamento das questões sociais e econômicas, procurou desenvolver uma infra-estrutura necessária ao processo de industrialização que se projetava. Mesmo excluindo trabalhadores implantou a legislação trabalhista que existe até hoje.

Revolução de 1964 - Desencadeado por um golpe liderado pelos militares que derrubou o governo constitucional de João Goulart. Os movimentos sociais de trabalhadores do campo e da cidade ganharam muitos direitos.

Mudanças nos últimos anos

Houve muitas mudanças no Brasil podemos observar modo de vida é de uma sociedade industriada e outros, principalmente rural, a realidade é de pobreza.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Revolução e Transformação Social.

Revolução, s. f. Sublevação; mudança violenta da forma de um governo. O significado da palavra revolução retrata com perfeição o conceito sobre Karl Marx referente ao assunto. Ele acreditava que as revoluções só são possíveis por meio da violência, porque os que tinham poder, jamais abririam mão dele pacificamente.
Reformas sociais ou apenas mudanças parciais são transformações sociais, mas não tão radicais quanto a revolução. O reformador e o revolucionário almejam mudanças sociais, mas não as mesmas. Geralmente as reformas são realizadas por quem está no poder e as revoluções contra esse poder.
Segundo Karl Marx, o radicalismo de uma revolução está no fato de ela ser realizada pela maioria da sociedade, e ela nunca parte do zero, sempre nega ou supera alguma situação anterior. Em contra ponto, a reforma procura alterar elementos não essenciais, reparando determinados problemas para garantir a manuntenção da situação vigente.
Dois grandes exemplos de revolução são: a revolução agrícola, que transformou o abastecimento das populações humanas, e a revolução industrial, que mudou a forma de produção. Atualmente, estamos participando da terceira grande revolução mundial, baseada na informática, na engenharia genética e outros, que estão mudando profundamente a maneira de produzir e de viver.
Por: Larissa Lima.

segunda-feira, 22 de março de 2010

''Πολιτεία''

''Πολιτεία'' Título grego do Livro A República escrito por Platão, filósofo grego, no século IV A.C ... é um diálogo socrático. O diálogo é narrado, em primeira pessoa, por Sócrates. O tema central da obra é a justiça.

No decorrer da obra é imaginada uma república fictícia (a cidade de Callipolis, que significa cidade bela) onde são questionados os assuntos da organização social (teoria política, filosofia política).

O diálogo tem uma extensão considerável, articulada pelos tópicos do debate e por elementos dramáticos. Exteriormente, está dívido em dez livros, subdividida em capítulos e com a numeração de páginas do humanista Stéphanus da tradição manuscrita e impressa.